Strange Music

“My Sweetest Enemy” é uma das músicas de que mais me orgulho no tracklist do nosso terceiro disco, “Música Estranha”. De alguma forma, ela resume um pouco a sonoridade (tão cheia de nuances) do álbum. Além de ser particularmente importante pra mim. Quando a escrevi – compus seus acordes básicos e o naco de letra que adornaria seus quase 6 minutos de duração -eu passava por uma fase incrivelmente difícil na vida. Depois de lidar por quase 5 anos com uma depressão latente, eu entrava de cabeça em um turbilhão de emoções que culminaria em um colapso nervoso, uma dolorosa separação e uma série de eventos desagradáveis. Apesar de parecer, “My Sweetest…” não é sobre uma garota. É sobre essa condição de descontentamento, de “não pertencer”, que já me acompanha por quase toda a minha vida adulta. Ao que parece, nós seremos um do outro pra sempre…

Consegui destilar o sofrimento em música. Com a brilhante ajuda de meus companheiros, transformei um capítulo negro da minha vida na mais bela faixa do nosso próximo trabalho (pelo menos na minha opinião). Ainda é uma versão primária, mas que eu gostaria muito de compartilhar com vocês.

Espero que gostem.
Love,

Strange Music – My Sweetest Enemy by Strange Music

*imagem encontrada na busca pelo termo “My Sweetest Enemy” no Google.